--> ?> Suspensão consignados: saiba se é possível cancelar o pagamento
Home » Suspensão consignados: saiba se é possível cancelar o pagamento

Suspensão consignados: saiba se é possível cancelar o pagamento

suspensão consignados

Os empréstimos consignados ficaram populares por conta dos juros mais baixos em relação a outras modalidades do mercado e da facilidade de contratação, que pode ser feita pela internet. Ou seja, é uma ótima forma de conseguir recurso extra para quitar dívidas ou adquirir um bem. Tanto que, recentemente, foi ampliada por lei a margem consignável para 40% e, por outro lado, também permitida a suspensão dos empréstimos ou créditos consignados. 

A medida consiste em suspender o pagamento da dívida contraída com o empréstimo consignado por quatro meses, sob justificativa por parte do tomador do dinheiro. Isso porque a principal característica deste tipo de crédito é o desconto mensal em folha de pagamento ou benefício. Portanto, antes de contratar, é indicado fazer uma simulação para garantir que as parcelas caberão no seu bolso.

Se você está interessado em solicitar esse tipo de crédito, ou já contratou, mas deseja saber como ficou a suspensão do empréstimo consignado, acompanhe esse texto para entender melhor a situação.

Fique por dentro: Como cancelar desconto de cartão consignado? Confira o passo a passo

O que é um empréstimo consignado? 

Antes de falarmos sobre a suspensão do empréstimo consignado, vamos abordar rapidamente as principais informações sobre essa modalidade de crédito. A principal característica desse empréstimo é ter juros mais baixos e aprovação rápida, mesmo para as pessoas que estão negativadas.

O diferencial é que o pagamento da parcela referente ao valor do empréstimo é feito automaticamente. Ou seja, assim que você recebe o seu salário ou benefício, o desconto ocorre na folha de pagamento. Assim, você não precisa ficar preocupado com a data de vencimento da parcela. 

Esta modalidade de empréstimo está disponível para: 

  • Aposentados e pensionistas do INSS; 
  • Servidores públicos municipais, estaduais e federais; 
  • Militares das forças armadas; 
  • Trabalhadores de empresas privadas em regime CLT (empresas que tenham acordo com bancos para permitir o empréstimo consignado)

Mas quando começa a suspensão dos empréstimos consignados? Vamos falar no próximo tópico.

O que é e quando entra em vigor a suspensão dos consignados? 

Foi aprovado a suspensão do empréstimo consignado a partir de 31 de março de 2022, a partir de uma lei federal. Em outras palavras, significa ter um período de carência de 120 dias para pagamento das parcelas do empréstimo consignado. Na prática, se você decide que, para se organizar financeiramente, precisa suspender o pagamento do desconto em folha por quatro meses, pode solicitar ao banco.

Mas, apesar de estar prevista em lei, as instituições financeiras não têm obrigação de possibilitar a suspensão do empréstimo consignado para os seus clientes. Ou seja, elas têm autonomia para decidir se disponibilizam o cancelamento ou não. Cada caso tem avaliação individual.

Por isso, na hora de escolher a instituição financeira para o seu empréstimo consignado, verifique se ele disponibiliza a suspensão caso você precise. Importante ressaltar que na plataforma Na Sua Conta você pode fazer a simulação e contração do seu empréstimo consignado de maneira totalmente online e rápida.

Quem pode pedir a suspensão dos consignados? 

O processo de suspensão do pagamento dos empréstimos consignados está disponível para todos que têm um empréstimo dessa modalidade. Ou seja, não é restrito para nenhum público específico.  

Portanto, é importante fazer o planejamento: caso aprovem o seu pedido de suspensão, lembre-se que em quatro meses você voltará a ter o desconto em folha das parcelas referentes ao pagamento do empréstimo. Portanto, neste período de carência evite fazer novas dívidas, caso contrário, você pode comprometer a sua vida financeira. 

Quando pedir a suspensão do empréstimo consignado? 

Como já explicamos, você pode pedir a suspensão do pagamento do seu empréstimo consignado por 120 dias sempre que julgar necessário. Mas pense bem antes de tomar essa decisão, já que mesmo com o pagamento suspenso, os juros continuam valendo e acumulando no valor final a ser quitado. 

A suspensão é recomendada quando você precisa de um tempo para organizar as suas finanças. Ou então se uma situação de emergência exige que você use o dinheiro do pagamento da parcela do empréstimo com outro objetivo, como por exemplo, um acidente de carro, o surgimento de um problema de saúde ou uma reforma emergencial na sua casa. 

Como pedir a suspensão? 

Como mencionamos, as instituições financeiras não são obrigadas a conceder a suspensão dos consignados. Mas se você deseja aproveitar esta possibilidade basta fazer uma consulta. Na hora de pedir a suspensão, siga as orientações abaixo: 

  1. Analise a sua situação financeira: a suspensão é realmente necessária? Caso positivo, reúna os documentos que comprovam a necessidade; 
  2. Entre em contato com os canais oficiais do banco para fazer a negociação da suspensão; 
  3. Faça uma proposta de negociação; 
  4. Considere outras oportunidades: se o seu pedido for negado você pode refinanciar o empréstimo consignado ou fazer a portabilidade para outra instituição financeira. 

Lembre que você pode contar com a plataforma Na Sua Conta para realizar seu empréstimo consignado sem complicação e com as melhores taxas do mercado. Vale a pena conferir!

Quer ficar por dentro de todas as novidades no mundo das finanças? Continue acompanhando o nosso blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.